Web Design

Tipos de SEO que você precisa conhecer para ter um negócio de sucesso

Por 16 de agosto de 2018 dezembro 17th, 2018 No Comments
tipos-de-seo

O que a maioria das pessoas faz quando tem alguma dúvida ou precisa encontrar um serviço ou comprar algum produto? Elas vão ao Google! Não importa o tipo de negócio que você possui, ter uma presença online é fundamental e, aparecer nas pesquisas de seus possíveis clientes é crucial para geração de leads e, consequentemente, para ganhar dinheiro online. Se você tem um site (o que você deve!), você definitivamente precisará otimizá-lo para que ele apareça nos resultados das pesquisas de seus possível clientes. Existem vários tipos de SEO que você, como empresa ou empreendedor, precisa conhecer para garantir que sua empresa seja bem sucedida.

Primeiramente, o que é SEO?

Antes de passarmos pelos tipos de SEO, você precisa ter certeza de que sabe o que realmente é o SEO. SEO siginifica Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca. É a forma como seus clientes em potencial encontram seu site organicamente quando pesquisam por produtos e serviços online. Mecanismos de pesquisa como o Google (que é responsável por mais de 100 bilhões de pesquisas por mês – segundo a Mashable) estão constantemente rastreando sites à procura do melhor conteúdo para mostrar aos usuários que fazem alguma busca na barra de pesquisa. Outra estatística interessante à qual você deve estar atento é que 59,8% das empresas brasileiras adotam estratégia de SEO. Isso significa que se você pretende se manter competitivo, não pode ignorar esse mundo do SEO.

Bom, se você é realmente novo no SEO e não está entendendo muito bem sobre o que estamos falando, vamos explicar um um exemplo. Digamos que, depois de uma consulta com seu médico, você resolveu que precisa entrar em uma academia de ginástica. Sua decisão principal está tomada, mas agora vem a questão: “qual academia se adequa melhor ao meu perfil?”. Você vai ao Google e digita na busca de pesquisa “melhores academias de ginástica são paulo” e, em menos de um segundo, o Google tem mais de 15 milhões de resultados para você! Você provavelmente valoriza o seu tempo e vai passar pelos primeiros resultados, ignorando os outros. Você, muito provavelmente, nem vai cogitar a possibilidade de clicar na segunda página de resultados, porque as primeiras opções parecem exatamente com o que você estava procurando. Bem, é exatamente isso que o Google quer, fornecer com maestria e rapidez o que você deseja. Muito bom, né?

melhores-academias-de-ginastica-sao-paulo-pesquisa-google

E é exatamente aqui que entra o SEO: cada uma dessas páginas que apareceu na sua pesquisa foram otimizadas para aparecer quando você digitasse aquela expressão (palavra-chave) na barra de pesquisas do Google. Várias empresas podem estar classificadas para a mesma palavra-chave, mas só que utilizam com excelência as técnicas de SEO vão aparecer na primeira página.

Tipos de SEO

seo

SEO On Page

Um dos tipos mais conhecidos de SEO é o On Page. Isso é tudo o que você pode colocar fisicamente na sua página, como texto, imagens ou código. Vamos explicar melhor as diversas facetas do SEO On Page.

Palavras-chave ou Keywords

As palavras-chave são a força motriz do SEO. Sem elas, o SEO definitivamente não existiria (olha a responsa). Por isso é extremamente importante que você tenha certeza de que entende o que ela é e a sua importância antes de fazer qualquer coisa. Você pode pensar que pode escolher as palavras-chave que quiser e otimizar o seu seu site para aparecer para essas palavras-chaves. Infelizmente este não é o caso para praticamente todos os tipos de SEO. Você precisará fazer uma pesquisa extensa de palavras-chave antes mesmo de pensar em começar seu processo de otimização.

As palavras-chaves ideais para o seu negócio deverão ser relevantes para a sua marca, ter um alto volume de pesquisas mensais e uma baixa concorrência. Pode ser realmente difícil encontrar essas palavras-chave ideias, que abranjam todas essas especificações. Se você está começando agora pode e não sabe muito bem por onde começar, informe um dos nossos especialistas em SEO nos comentários dessa página que podemos te ajudar.

Tag H1

A família de tags “H” é conhecida por sua capacidade de estilo de texto, mas também é utilizada para mostrar aos mecanismos de pesquisa o que é realmente importante na página e para criar uma hierarquia por meio de diferentes tipos de SEO.

H1 é a abreviação do inglês para Header 1 ou Cabeçalho 1. Trata-se do mais importante dos Headers. Conceitualmente, o H1 possui um destaque maior, uma fonte maior, e é geralmente o elemento de texto mais visível da página. As práticas recomendadas para essas tags H1 incluem designar uma palavra-chave principal por página e usar essa palavra-chave dentro da sua tag H1. É necessário que haja uma e apenas uma tag H1 por página no seu site.

Não cometa o erro de usar tags H1 para estilizar seu texto. Se você decidir usar várias tags H1 em uma página, isso afetará negativamente suas classificações e prejudicará o SEO da sua página. Para estilizar o seu texto e incluir palavras-chaves complementares, utilize as outras tags da família “H”, como H2 e H3.

Título

Assim como cada página tem uma tag H1, elas também têm um título, bem como uma meta descrição. O título aparece bem assim no Google:

bio-ritmo-academia-pesquisa-google

Seu título deve ter entre 10 e 70 caracteres, não palavras. Mantenha-o relativamente conciso e não deixe de incluir sua palavra-chave principal nele. Aproveitando o exemplo da academia de ginástica, vamos pegar um bom exemplo de uma empresa super bem posicionada no que diz respeito a SEO. O título da página inicial da academia Bio Ritmo é: “Academia Bio Ritmo: Ginástica, Musculação, Dança, Luta e Natação”. Você pode adivinhar algumas das palavras-chave para as quais essa página é classificada, né? Uma das palavras-chave segmentadas dessa página é musculação. Observe que essa palavra-chave faz parte do título, bem como da meta descrição.

Meta Descrição

Sua meta descrição é aquele texto que fica localizado logo abaixo do seu título. Esta é uma explicação mais longa sobre o que é sua página, então você deve aproveitar este espaço para descrever com maestria o seu negócio. Sua meta descrição deve ter entre 160 e 300 caracteres. Se você escrever mais do que isso o Google vai te cortar com reticências … e ninguém quer ser cortado no meio de uma explicação tão importante.

Embora os usuários humanos possam não olhar atentamente para sua meta descrição, você pode apostar que os mecanismos de pesquisa o fazem. Sua meta descrição deve incluir sua palavra-chave ou palavras-chave para a página em questão.

*Tome nota* Você pode notar que, às vezes, há subtítulos que acompanham os resultados de uma determinada pesquisa. Esses subtítulos são chamados de sitelinks, que mostram links para suas subpáginas. Eles destinam-se basicamente a ajudar os usuários a navegar melhor pelo seu site. Você, como proprietário do site, não pode adicionar sitelinks à sua listagem. Quem faz isso é o Google, que determina quais páginas podem ser úteis para mostrar aos usuários, além da página principal. Ou seja, é o Google que adiciona aqueles subtítulos para você. Mas não pense que o Google faz isso por todas as páginas: ele só realiza esse procedimento quando sabe que o seu conteúdo é valioso e que pode mostrá-lo! Caso você queira adicionar seus próprios sitelinks, será necessário criar uma campanha de PPC  utilizando o Google Ads.

bio-ritmo-academia-pesquisa-google-subpaginas

Conteúdo

Ter um conteúdo de qualidade é muito importante e desempenha um papel crucial na sua classificação. Imaginemos que temos dois sites, um com muito conteúdo medíocre e um segundo com menos conteúdo, mas sendo de alta qualidade. Os mecanismos de busca eventualmente perceberão que o primeiro site está produzindo conteúdo pouco relevante e não vai querer mostrá-lo aos seus usuários. Por outro lado, o site que tem menos conteúdo com maior qualidade, por estar melhor estruturado e com palavras-chave mais bem definidas, vai ser o escolhido para chegar até os usuários.

A maneira como os mecanismos de pesquisa determinam se os usuários gostam ou não do conteúdo de um site é através da taxa de rejeição e do tempo de permanência do usuário na sua página. Funciona basicamente assim: se o usuário entra na sua página, percebe que o seu conteúdo não responde satisfatoriamente à pergunta dele e logo deixa a sua página, o Google entende que seu conteúdo é pouco relevante.

Em cada página do seu site, você deve ter pelo menos 300 palavras. Quando eu digo pelo menos, é porque esse é o valor mínimo para produzir um conteúdo relevante. Quanto mais palavras você tiver, mais chances você terá para você inserir sua palavra-chave em seu texto e rankear bem a sua página. Quanto mais palavras-chave na sua página, mais você pode classificar nos mecanismos de busca. Se você tiver uma página com 300 palavras, só poderá usar sua palavra-chave de 2 a 3 vezes para que isso faça sentido. Em um outro cenário, em um texto que tenha de 1.000 a 2.000 palavras, você tem espaço para inserir sua palavra-chave de 5 a 10 vezes (ou ainda mais)!

Mesmo sabendo de todos esses aspectos técnicos, nunca se esqueça de que você estará escrevendo prioritariamente para que seu conteúdo seja relevante para os seus visitantes humanos. Você precisa ter certeza de que a sua palavra-chave faz sentido e se encaixa bem no meio do seu texto. Conte com a ajuda de nossos especialistas em marketing de conteúdo para ajudá-lo a capturar a verdadeira oportunidade oferecida por esses tipos de SEO.

Design e Usabilidade

Acredite ou não, o design do seu site pode contribuir para o seu SEO de forma global. Se houver falhas no design ou na usabilidade, isso pode confundir seus visitantes e fazer com que eles permaneçam pouco tempo no seu site. Isso aumenta sua taxa de rejeição e prejudica o SEO da sua página. Além disso, um site mal estruturado e confuso diminui a credibilidade da sua marca e repele seus usuários de voltarem a consumir seu conteúdo, serviços ou produtos. Resumindo, certifique-se de que seu site tenha um design profissional e que seja fácil para os usuários encontrarem exatamente o que estão procurando.

Otimizando suas páginas em várias plataformas

Se você administra seu próprio site, você pode estar usando uma versão gratuita do WordPress, Wix, Shopify ou outra plataforma e talvez você não saiba exatamente por onde começar a otimizar seu site.

O WordPress tem um plugin incrível chamado Yoast SEO. Um plugin é como um aplicativo para o seu site, e o Yoast permite que você saiba como está o seu SEO na página.

yoast-seo-ruimyoast-seo-ok

O SEO à esquerda precisa de algum trabalho, mas o SEO à direita parece muito bom! Há um lugar para editar seu título e sua meta descrições, e o Yoast informa a você quantas vezes sua palavra-chave aparece em toda a página. Se você tiver algum problema, um ponto vermelho aparecerá com algum texto ao lado. Depois de corrigir esse problema, ele ficará verde. Se você tem todos os pontos verdes ou quase todos os pontos verdes, isso é muito bom! A melhor parte é que o Yoast é grátis!

post – yoast

SEO Off Page (fora da página)

O SEO Off page (ou fora da página) inclui blogs, backlinks e links internos. Blogar é crucial para SEO. Isso oferece ao seu site mais conteúdo de alta qualidade para os mecanismos de pesquisa rastrearem. Um blog bem estruturado pode aumentar o número de visitantes do seu site e aumentar seus rankings se você souber o que está fazendo. Se você não sabe muito bem como fazer isso, felizmente nós temos uma equipe para isso também.

Escrever blogs para classificar em SEO envolve pesquisa de palavras-chave e conteúdo de qualidade. Sua palavra-chave precisará aparecer em seu artigo e fazer sentido para o texto em questão. Se você escreve um blog sobre dietas, por exemplo, ele precisará ser escrito com foco nesse tópico: explicando sobre tipos de dietas, como elas funcionam e para quem são aconselhadas. Caso você se atenha ao seu tópico, concentre-se na sua palavra-chave (densidade e sentido) e continue produzindo conteúdo de qualidade, você terá um blog que atrai os usuários e os mantém voltando sempre para consumir mais.

Backlinking é basicamente como uma recomendação de outro site dizendo que o seu site é de alta qualidade e uma boa fonte de informação. É simplesmente um hiperlink que você coloca em um site direcionando para outro.. Os backlinks podem ser obtidos através da construção de relacionamentos com outras empresas do setor ou de outros setores que façam sentido para sua marca. Se você é uma empresa de limpeza, você não iria querer um backlink de um restaurante, por exemplo. A menos, é claro, que você se especializasse em limpeza de restaurantes.

Links internos ajudam a criar uma hierarquia de páginas no seu site. Você pode vincular uma página a outras subpáginas do seu site. Isso informa aos mecanismos de pesquisa quais páginas são as mais importantes, além de ajudar os usuários a navegarem pelo seu site. Eles podem ir de uma página a outra em seu site, recebendo mais e mais informações relevantes. A vinculação interna pode ajudar os usuários a entender melhor os termos com os quais não estão familiarizados. Por exemplo, você está escrevendo um blog no qual precisa usar uma palavra técnica que as pessoas talvez não saibam. Você pode vincular essa palavra a um link para outra página em seu site que explique bem esse termo técnico.

Local SEO

O SEO local é um dos tipos de SEO que podem ser difíceis de executar, mas não se preocupe: existem algumas táticas que você pode utilizar para aumentar seus rankings locais.

Este é um pacote local. O Google mostra opções locais perto de você quando você procura por um produto ou serviço.

rodizio-comida-japonesa-sao-paulo-pesquisa Google

Você certamente quer que sua empresa apareça nos três primeiros lugares. E você pode fazer isso isso otimizando seu site, mas também obtendo boas avaliações no Google. Quanto mais avaliações, melhor para clientes em potencial e mecanismos de pesquisa. Os clientes confiam nas avaliações online, tanto quanto confiam nas recomendações da família e dos amigos. Se você tiver várias boas críticas, as pessoas estarão mais propensas a experimentarem o seu negócio. Se você tiver 5 boas avaliações, as pessoas podem confiar em seus negócios. Mas uma coisa é certa – ter muitos comentários pode mostrar aos clientes que você está estabelecido e é confiável na comunidade, fazendo com que eles decidam por consumir o seu produto ou serviço.

Você também deve ter uma conta do Google My Business se quiser classificar localmente (ou se quiser classificar de qualquer maneira). Isso mostra aos clientes os mecanismos de pesquisa nos quais você está localizado. Se alguém pesquisar os melhores donuts no Google, ele mostrará onde conseguir os melhores donuts perto de onde estão localizados atualmente. Certifique-se de que as informações da sua empresa sejam as mesmas em todas as plataformas, incluindo o seu Google My Business. Isso aumentará suas chances de classificação. Quando você está reivindicando sua empresa no GMB, você também precisa preencher todas as informações solicitadas pelo Google.

Finalizando

Você vai despender bastante esforço para a construção de uma campanha de SEO, então quanto mais conhecimento você tiver melhor vai se sair. Esses tipos de SEO citados no post ajudarão você a otimizar seu site para que você possa alcançar a cobiçada primeira página dos mecanismos de busca para as suas palavras-chave de foco. Quer acesso a uma campanha de SEO projetada especificamente para o seu negócio e feita por profissionais experientes? Nossa equipe é apaixonada por construir para os nossos clientes a melhor estratégia de SEO possível. Entre em contato com a equipe da Unlockers hoje mesmo para começar!